6 dicas para lidar com altos e baixos nas vendas de artesanato

Por mais belo e atraente que seja seu artesanato, como todo negócio, ele irá passar por altos e baixos momentos. Ainda mais em tempos de crise e instabilidade econômica. Alguns meses você ficará cheia de encomendas e em outros meses essas encomendas serão menores. Mas calma! Isso é normal e costuma acontecer com todo artesão.

6 dicas para lidar com altos e baixos nas vendas de artesanato

O artesão, antes de chegar nesses períodos, deve analisar, identificar e entender o seu mercado, para então saber o que fazer em cada uma dessas épocas tão distintas. E com certeza até nas baixas temporadas você pode sair ganhando. Pensando nisso, separei 6 dicas para você lidar da melhor maneira possível com altos e baixos nas vendas de artesanato.

1 – Identifique os períodos de altos e baixos nas vendas

Se você já trabalha com a venda de artesanato há algum tempo, provavelmente saberá quando acontecem os períodos de altas nas vendas. Se você ainda vai começar, inicialmente pode parecer difícil, mas com o tempo, com certeza, você irá conseguir identificar as datas com maior e menor possibilidade de comercializar os seus produtos.

Essas datas variam muito de acordo com o tipo de artesanato que você faz. Se você produz lembrancinhas de datas comemorativas, com certeza datas próximas ao Natal, dia dos pais, dia das mães e dia dos namorados serão as melhores. Se você trabalha com artesanato local, provavelmente a alta das vendas será a época de férias e feriados, momento em que o turismo também está em alta. Se você trabalha com enxoval de bebê, provavelmente já percebeu uma queda no final do ano, onde o Natal é a data mais comemorada.

Identificar esses períodos é o primeiro passo. A partir dessa identificação, fazer uma programação e produzir uma quantidade de produtos proporcional é fundamental.

2 – Aproveite seu período de alta nas vendas

Já identificou o seu período de altas vendas? Se concentre em aproveitá-lo ao máximo. Foque em um bom atendimento, ofereça novidades, tenha um bom estoque de produtos, fidelize clientes antigos e consiga novos.

Preste bastante atenção nesse período, pois a partir dele você saberá como agir nos próximos. Uma boa recomendação é fazer o registro de todas as suas vendas, e assim, consequentemente, conseguir entender melhor o seu cliente e o que ele procura. Outra dica importante é não se empolgar muito nessa época em que o dinheiro está entrando com “mais facilidade”. Controle o fluxo de caixa, evite gastos sem necessidade e pense nos próximos meses.

3 – Aprimore suas técnicas nos períodos de baixa venda

Esse período pode ser assustador, mas você pode aproveitá-lo de uma maneira positiva. Todo aquele capital que você ganhou no período de altas vendas pode ser usado agora. É agora que você deve fazer os investimentos certos para realinhar o seu negócio.

Leia também:  Como divulgar seu artesanato com o Pinterest?

Você também pode aproveitar essa época para investir em uma melhor qualificação profissional. Aprenda novas técnicas de artesanato, otimize a qualidade dos seus produtos, avalie seu catálogo, compre novos materiais, entre outras coisas.

Uma época normalmente baixa para vendas é o começo do ano. Depois de uma grande época festiva (Natal e Ano Novo), as vendas na maioria dos casos são tranquilas nesse período. Aproveite essa época para ver como seus concorrentes estão agindo, estudar o que os seus clientes estão procurando e identificar novas e únicas oportunidades.

4 – Desenvolva uma atitude mental positiva

Tente sempre ter um enfoque positivo no período de baixas vendas. Pensar positivamente leva a atitudes proativas. Busque soluções e oportunidades. Seja sempre otimista. A história mostra que as pessoas de sucesso, independente dos maus momentos que passaram, conseguiram manter uma atitude mental positiva.

5 – Invista sempre em estratégias de marketing

Investir em maneiras de divulgar os seus produtos deve ser feito em todas as épocas. Claro que esses investimentos devem ser diferentes de acordo com o momento e a procura dos seus produtos. Invista em divulgações na internet: em redes sociais, blogs, e-mails e outros sites (já publiquei algumas dicas nos artigos: “como vender artesanato na internet?” e “como vender seus artesanatos nas redes sociais?”). Veja quais caminhos estão dando certo e foque neles. Em épocas de vendas baixas é interessante criar algumas ações sazonais, como promoções e descontos.

6 – Não aponte todos seus esforços num ponto só

Como eu disse anteriormente, os períodos de altas e baixas vendas dependem muito do tipo de artesanato que você produz. Uma maneira de diminuir a quantidade de épocas em que as vendas são baixas é diversificar o seu público-alvo, produzindo e vendendo diferentes tipos de artesanato. Ou seja, evite colocar todos os seus esforços em um mesmo produto. Fazer essa diversificação ajuda o artesão a explorar melhor o mercado de artesanato e descobrir novas técnicas, aumentando suas possibilidades de sucesso.

E você, reconhece seus períodos de altas nas vendas? Tem outras dicas que gostaria de compartilhar? Deixe seu comentário abaixo e sempre fique de olho aqui no Blog.

Recomendados Para Você:

1 Comentário

  1. Angela

    Esses altos e baixos nas vendas de artesanato as vezes são desanimadores, mas nada subistitui fazer o que amamos

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *